Dicas para um design editorial eficiente
19 de dezembro de 2017

Cardápio: um capítulo à parte

Independentemente do seu tipo de negócio: restaurante, bar, café, o cardápio é de suma importância. É por meio dele que o seu cliente se conecta com a sua marca. Com um bom design de cardápio, você pode induzir o cliente a comer algo que ele nem estava pensando, promover algum produto de maior relevância, destacar determinados pratos, etc.

 

Algumas dicas:

 

  •  Se sua empresa possui um número muito extenso de pratos, aumente o cardápio, não tente colocar tudo em apenas uma página. Uma boa leitura do cardápio é essencial.

 

  • As informações devem constar de forma clara, porém não é necessário colocar todos os ingredientes do prato. Se o cliente estiver interessado, perguntará ao garçom. Ao invés de descrever cada azeitona da pizza, faça um texto para despertar o “appetite appeal” do seu cliente, por exemplo: “Uma deliciosa massa crocante, com queijo derretido e saborosas azeitonas…”

 

  • Escolha bem o material que será feito o cardápio. Pense na resistência e durabilidade.

 

  • Se você optar por colocar fotos no cardápio, faça fotos de qualidade. Boas fotos fazem toda a diferença. Caso não tenha verba para fotos, opte por ilustrações ou até mesmo apenas texto. A maioria dos restaurantes caros não usam fotos no cardápio.

 

  • Não tente fazer um cardápio de forma caseira, na impressora que você tem em casa, para poder alterar os preços facilmente. Isso não passa uma ideia de profissionalismo.

 

  • O cardápio é uma ferramenta de propaganda e marketing. Um bom design de cardápio é um investimento, portanto lhe trará retorno. Não esqueça: o cardápio vende o seu produto, então, invista nele!